O Benfica apresentou finalmente Rui Pedro Braz como novo Diretor Geral do Clube.
 
O Benfica tem uma política centrada num aldrabão profissional e em todos os que fazem como ele diz e quer.
Quem pense por si, não tem espaço.
Quem queira mudar o rumo, não tem espaço.
Quem queira voz e democracia, não tem espaço.
 
Tendo isto em conta, só posso assumir que o Rui Pedro Braz é mais um caso de um profissional (não faço ideia se será um bom Diretor Geral) que irá acatar o que tem de acatar sem levantar muitas ondas. Caso as levante, poderá ter espaço mas fora do Clube.
 
O Benfica tem uma estrutura esmagadoramente cega, propagandeada e sem futuro nenhum fora dali.
 
Esse mesmo lote de propaganda precisa do Benfica para poder manter um ordenado chorudo, esse mesmo lote de propaganda faz e diz o que for preciso para se manter ali sabendo que em mais lado nenhum terá o nível de vida que tem ali.
 
Esta contratação parece ser mais do mesmo: contratar alguém fácil de amestrar que mantenha o rumo desastroso que está a rebentar com o Clube logo após uma das piores épocas da história em termos desportivos (só meia-dúzia de vezes aconteceu não ganharmos nada no Futebol e apenas 1 título em modalidades).
 
Que nos surpreenda, até lá iremos ver mais demissões pela falta de sentido democrático que se vive no Clube.
 
Estou em condições de afirmar que isto não vai correr bem…