Depois do último jogo com o Farense os jornais publicaram a seguinte frase, extraordinária, saída da boca do jogador Rafa: ”temos de caprichar”.

O jogador Rafa, não contente por, a cada novo jogo do Benfica, nos retirar anos de vida no sentido inversamente proporcional ao número de úlceras com que nos presenteia, decidiu proferir declarações em telenovelês só para nos irritar mais um bocadinho.

Caro jogador Rafa, capricho é vestir calças e cuecas para uma videoconferência.

Capricho é jogar no clube mais lindo do mundo – que te paga principescamente para fazeres aquilo de que mais gostas – e ainda assim estares-te a c#g@r para a sua história e o seu legado e não procurar sequer saber o que fez a equipa do Isaías naquela noite em Londres.

Vocês todos andam cheios de caprichos há já demasiado tempo (de capricho em capricho até ao treinador final). Você não precisa de dar mais uma caprichada, cara. Faz-te mais falta vergonha na cara, por exemplo. E brio profissional já agora.

Jogador Rafa, sei que não és muito dado a pesquisas mas, quando tiveres tempo, vai ao YouTube procurar uma canção que os adeptos cantavam no tempo em que ainda podiam ir ao estádio e que rezava assim “mostra a tua raça, o querer e ambição”.

É que nós só queremos um Benfica que não nos envergonhe. Percebido, campeão?