Os que ainda podem ser alguma coisa:

 

  • Carlos Vinícius

Tottenham (23 jogos, 2070min):

– De titular absoluto no Benfica a emprestável com Seferovic no plantel. Se é para emprestar que seja para jogar.

– 8 jogos, 372min (324min na Liga Europa)

– Empréstimo falhado

 

  • Florentino

Mónaco (15 jogos, 1350min):

– Um dos maiores talentos dos últimos anos do Seixal. O único 6 de raiz que havia no plantel. Se é para emprestar que seja para jogar e jogar muito.

– 5 jogos, 159min

– Empréstimo falhado

 

  • Gedson

Tottenham (23 jogos, 2070min):

– Grande promessa com quebra significativa nos últimos tempos. Precisava ser emprestado para jogar e mostrar o sim ou sopas.

– 1 jogo, 63min (Taça)

– Empréstimo falhado

 

  • Jota

Valladolid (14 jogos, 1260min):

– Jovem promessa com muita qualidade técnica mas que não soube dar o salto. Precisava ser emprestado para jogar e mostrar o sim ou sopas.

– 5 jogos, 158min (93min na Liga)

– Empréstimo falhado

 

  • Tomás Tavares

Alavés (14 jogos, 1260min):

– Jovem promessa com muita qualidade técnica mas que não soube dar o salto. Precisava ser emprestado para jogar e mostrar o sim ou sopas.

– 4 jogos, 243min

– Empréstimo falhado

 

  • Nuno Santos

Boavista (11 jogos, 990min):

– Jovem promessa que nunca teve oportunidade na Equipa Principal. Precisava ser emprestado para jogar e mostrar o sim ou sopas.

– 9 jogos, 692min

– Bom empréstimo

 

  • Tiago Dantas

Bayern B (14 jogos, 1260min):

– Jovem promessa com muita qualidade técnica que nunca teve oportunidade na Equipa Principal. Precisava ser emprestado para jogar e mostrar o sim ou sopas.

– 6 jogos, 390min

– Empréstimo falhado

 

  • David Tavares

Moreirense (11 jogos, 990min):

– Com alguns jogos na Equipa Principal mas as lesões nunca ajudaram a sua evolução. Precisava ser emprestado para jogar e mostrar o sim ou sopas.

– 9 jogos, 187min

– Empréstimo falhado

 

  • Pedro Álvaro

B SAD (10 jogos,  900min):

– Chegou a ser referenciado como uma das maiores promessas do Benfica para a Defesa. Nunca cumpriu. Precisava ser emprestado para jogar e mostrar o sim ou sopas.

– 0 jogos, 0min (vai ser devolvido)

– Empréstimo falhado

 

Os que já ninguém acredita:

 

  • Krovinovic

WBA (15 jogos, 1350min):

– De indiscutível com Rui Vitória a “quem é este gajo?” com Bruno Lage. Já não conta para o Benfica, precisamos vender.

– 10 jogos, 525min

– Empréstimo ok

 

  • Caio Lucas

Sharjah (10 jogos, 900min):

– Quem? Vender.

– 8 jogos, 720min

– Bom empréstimo

 

  • Cádiz

Nashville (26 jogos, 2340min):

– Quem? Vender.

– 10 jogos, 445min

– Empréstimo falhado

 

  • Conti

Atlas (17 jogos, 1530min):

– Quando veio ia ser o novo David Luiz mas saiu como novo Edcarlos. Já não conta para o Benfica, precisamos vender.

– 14 jogos, 1.228min

– Bom empréstimo

 

  • Pedro Pereira

Crotone (13 jogos, 1170min):

– Custou 2,5M + o passe o Djuricic (que tinha sido comprado por 8M!). Nunca contou para o totobola. Precisamos vender.

– 12 jogos, 943min

– Bom empréstimo

 

  • Yony

LA Galaxy (22 jogos, 1980min):

– Quem? Vender.

– 10 jogos, 556min

– Empréstimo falhado

 

  • Alfa Semedo

Reading (21 jogos, 1890min):

– De “mini-Pogba” a “mini-Everson” (só para alguns). Já não conta para o Benfica. Precisamos vender.

– 15 jogos, 992min

– Empréstimo ok

 

  • Arango

Millionarios (25 jogos, 2250min):

– Quem? Vender.

– 23 jogos, 1061min

– Bom empréstimo

 

  • Ebuehi

Twente (13 jogos, 1170min):

– Quem? Vender.

– 13 jogos, 1133min

– Bom empréstimo

 

  • David Zec

Rukh Lviv (14 jogos, 1260min):

– Nunca provou o que era preciso. Precisamos vender.

– 1 jogo, 1min

– Empréstimo falhado

 

Em 19 empréstimos:
– 11 falhados

– 2 Ok

– 6 Bons

 

Em 9 jogadores que ainda contam:

– 8 falhados

– 1 Bom

 

Em 10 jogadores que já ninguém acredita:

– 3 falhados

– 2 OK

– 5 Bons

 

Resumindo:

– a estrutura do Benfica consegue colocar a jogar a maioria dos jogadores que já ninguém quer saber, nem eles próprios (só não os venderam porque ninguém os quis comprar).

– a estrutura do Benfica consegue falhar 8 em 9 empréstimos de jogadores com algum ou muito potencial que possam vir a dar frutos no Benfica.

 

10 anos à frente.