Bom negócio, são valores mesmo muito bons mas péssima gestão.
 
O Rúben é o 1.º jogador dos que andaram na B a sair ao fim de mais de 1 ou 2 épocas, e mesmo assim tem 23 anos.
Ou seja: o aproveitamento desportivo destes miúdos é muito fraco.
 
Oblak, Nelson Semedo, Ederson, Bernardo Silva, Cancelo, Renato Sanches, Guedes, Félix, Lindelof, nenhum fez mais que 1 ou 2 épocas na equipa principal. Nenhum. Alguns nem 1 época inteira fizeram.
 
Ou mudamos rapidamente a fórmula, ou nunca vamos viver o sonho de sermos competitivos na Europa.
 
No mercado em que vivemos o Benfica nunca terá dinheiro para contratar os grandes craques já feitos, pelo que terá de fazer alguns e usá-los desportivamente. Não é usá-los 1 época… é usá-los 3 ou 4 épocas num modelo que promove essa evolução.
 
Temos de usufruir desportivamente e financeiramente destes jogadores.
 
Como funcionaria?
– Nos primeiros anos ninguém saía sem ser pela cláusula. Ninguém. Mas isto porque em histórico íamos ter casos de sucesso… Os jogadores que mencionei lá em cima teriam na mesma saído para grandes Clubes. Podia algum falhar? Claro… mas esse é um risco que tem de ser assumido pelo Benfica enquanto Clube formador e não por quem compra.
– Guardem dinheiro dos Cádiz para pagar bons ordenados a essa malta, mostrem que o projeto desportivo é ambicioso e que vale a pena ficarem cá 3 ou 4 anos. Depois sigam a vida deles.
– Poucos clubes (sem ser os gigantes) podem dizer que vão sempre à Champions. Aqui tens isso (ok, tirando este ano) e tens títulos. Se a isso juntares 3 ou 4 M/ano aos putos craques, funcionará.
 
“Ah mas e a vontade do jogador?”
 
Essa lenga lenga é tão aborrecida… Não acham que o central do Sevilha não queria ir para o City? Ou mesmo o Gimenez?
Os jogadores têm contrato, se o Clube corresponder (com a ajuda deles) desportivamente e financeiramente, claro que ficam mais tempo e terão a sua transferência uns anos depois.
 
Esta urgência em vender é um erro de gestão e nunca nos vai colocar mais próximos do tal sonho Europeu, vai colocar-nos próximos de uma falsa vitória financeira.
 
Viva o Benfica e boa sorte ao Rúben Dias e ao Otamendi.